Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

INFARTO AGÚDO DO MIOCÁRDIO EM JOVEM PORTADORA DE ATEROSCLEROSE: RELATO DE CASO

Dorvalino, Joselaine dos Santos, Tófano, Ricardo José , Kinoshita, Sergio Koodi
Universidade de Marília - UNIMAR - MARÍLIA - SP - BRAZIL

INTRODUÇÃO: As doenças cardiovasculares e suas complicações constituem a maior causa de morte precoce na idade adulta. De acordo com Ministério da Saúde (2014), as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) é a principal causa de mortalidade na maioria dos países do mundo e no Brasil. Seguindo essa tendência no Brasil e no mundo de morte por DCNT, as doenças cardiovasculares se apresentam como um novo desafio para os gestores e profissionais da área da saúde. Ainda mais pelo forte impacto que elas representam na qualidade de vida dos indivíduos afetados, maior possibilidade de morte prematura e os efeitos econômicos adversos para as famílias, comunidades e sociedade em geral (OMS, 2015). OBJETIVO: Descrever o caso de uma jovem que apresentou quadro de Infarto Agudo do Miocárdio, relacionando esta ocorrência com a presença de Aterosclerose, utilizando os dados clínicos do prontuário da paciente. METODOLOGIA: Pesquisa de natureza descritiva, observacional, transversal, composta por uma paciente admitida no Hospital Escola da Universidade de Marília (SP) e a coleta de dados ocorreu por meio do prontuário médico. RESULTADOS: Paciente feminina, branca, 26 anos, com dor típica precordial, irradiação, moderada intensidade, características típicas de Infarto Agúdo do Miocárdio - IAM. Portadora de Hipertensão Arterial Sistêmica, Diabete Melitos Tipo 1, Tabagista. Ao ECG padrão de IAM em evolução de 48 horas. Realizado procedimento cardíaco de Coronariografia por punção da artéria radial direita sendo constatadas, artérias com aterosclerose difusa importante, principalmente na coronária esquerda. Apresentando ainda, lesão localizada e única de 50 a 60% no terço médio da coronária direita na porção posterior do ventrículo esquerdo. Na artéria descendente porção posterior, comprometimento de 70% na porção média. A artéria descendente anterior se encontrava muito fina, com lesão de 99% na porção inicial/média, com fluxo diminuído e no ramo circunflexo lesão de 60% na porção média. Na 1ª Marginal Esquerda a lesão era difusa de 80 a 90% em toda sua extensão, o que demonstra comprometimento da circulação adequada do miocárdio. CONCLUSÃO: Após realização do procedimento de Angioplastia, colocação de Stent obteve resultado angiográfico satisfatório e fluxo normal em toda coronária comprometida foi re-estabelecido. Pacientes jovens com dor precordial, a Doença Arterial Coronariana não deve ser subestimada e/ou desconsiderada. Até recentemente, acreditava-se que o IAM não seria comum em indivíduos jovens, por acometer somente quatro a oito por cento desta população.

 

 

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Operacional

Malu Losso

Organização Operacional Expositores

JA Eventos

Organização Científica

SD Eventos

Montadora Oficial

Estande Feiras e Congressos
Estrutural

Agência Web

Inteligência Web

XXXVII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

26, 27 e 28 de maio de 2016 | Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil