Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

SERVIÇO SOCIAL: LIMITES E POSSIBILIDADES PARA ATUAÇÃO PROFISSIONAL EM PROGRAMA DE ATENDIMENTO DOMICILIAR A IDOSOS DEPENDENTES EM SÃO PAULO

Silva, J. M., SILVA, E. F. A.
Universidade Nove de Julho -UNINOVE - São Paulo - São Paulo - Brasil

O aumento da expectativa de vida da população mundial trouxe grandes impactos para a sociedade, em especial para os países subdesenvolvidos, como o Brasil. Pois tem aumentado o número de idosos dependentes, que requerem cuidados específicos e de longa duração, sendo o atendimento domiciliar o mais indicado para o auxilio das famílias com o cuidado. O objetivo da pesquisa é compreender a atuação do Assistente Social no programa de atendimento domiciliar a idosos e identificar quais são as possibilidades e limites para a atuação em ambiente institucional. A pesquisa foi realizada em campo de estágio, foi utilizado o método qualitativo para a análise de questionário aplicado com 18 questões abertas e semiabertas para as duas Assistentes Sociais da instituição após assinatura do termo de consentimento. Como resultado, observou-se quedurante o mês de abril de 2014, o programa atendia um total de 423 beneficiários no estado de São Paulo, sendo que 44% desses idosos residiam no interior da cidade, sendo atendidos exclusivamente pelas empresas prestadoras de serviços, sabendo que para a admissão no programa além da avaliação médica e da enfermagem, é necessário a avaliação do assistente social, pois após uma visita domiciliar é definido o perfil sociodemográfico do idoso, se possui cuidador, e se existe suporte para a família receber o programa em seu domicilio. Essa rotina de avaliação é importante para o planejamento do plano de cuidados para o idoso junto com a equipe multiprofissional, e assim prevenir possíveis intercorrências, na implantação do programa relacionado ao suporte social do idoso e acompanhamento das empresas terceirizadas para o atendimento domiciliar. Concluí-se que a atuação do Assistente Social é construída no cotidiano institucional, de forma a amenizar os conflitos que surgem na implantação do programa no domicilio dos beneficiários a partir da alta hospitalar, que vão desde a falta de um cuidador principal, até as dificuldades de atendimento dos profissionais terceirizados. A intervenção é realizada através de orientações aos familiares de pacientes e articulação com a equipe multiprofissional, com o objetivo de assegurar a implantação do programa na residência, o cuidado e o acesso à rede de atendimento, em prol da melhor qualidade de vida do idoso e do seu cuidador, tanto para a efetivação dos seus direitos e consolidação da sua autonomia, quando para o bom funcionamento do programa no ambiente institucional.

 

Palavras – chave: idosos, atendimento domiciliar, atuação, Assistente Social.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Operacional

Malu Losso

Organização Operacional Expositores

JA Eventos

Organização Científica

SD Eventos

Montadora Oficial

Estande Feiras e Congressos
Estrutural

Agência Web

Inteligência Web

XXXVII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

26, 27 e 28 de maio de 2016 | Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil